4 de nov de 2008

A Imagem no processo de ensino-aprendizagem


Atribui-se à escola um importante papel no processo de conhecimento e propiciação da imagem pelo aluno, por constatar que sua utilização como suporte de informação, em toda a sua diversidade, tem sido cada vez mais frequente e significativa no cotidiano escolar.

Durante muito tempo a história dos homens foi constatada por expressões visuais que, na atualidade são cuidadosamente estudadas, porque revelam nosso passado. Ao longo de milhares de anos, sem essa leitura, o conhecimento histórico esteve restrito até que as representações visuais se tornassem códigos escritos, criados e legitimados por sociedades mais recentes.

A descoberta da imprensa e seu desenvolvimento contribuíram para que a escola ampliasse o uso da escrita, fazendo-a seu principal meio para transmissão dos conhecimentos.

Atualmente a presença de imagens nas atividades escolares tem sido frequente, como um reflexo do cotidiano.

Com a expansão dos meios de comunicação e o avanço tecnológico, as propostas curriculares vêm incentivando, cada vez mais, os professores a biscarem linguagens e suportes que se diferenciem daqueles já legitimados pela escola.


A Imagem como Suporte Auxiliador

Amador (1998b) propõe, aos professores, algumas atitudes que possibilitam uma maior valorização da imagem. Segundo a autora, o professor deve conceber as imagens como formas de organizar idéias e desenvolver a comunicação, pois o valor pedagógico de uma imagem se relaciona com sua capacidade de gerar idéias. Neste sentido, ela deve ser vista como uma oportunidade para pensar e não apenas como meio de transmitir informações. As imagens devem possibilitar o desenvolvimentode atitudes de pesquisa, portanto, a imagem escolhida deve permitir a recuperação de informações anteriores, facilitando associações e construções de analogias.

Para desenvolver capacidades ligadas à análise e interpretação e ampliar as estruturas cognitivas é preciso reconhecer que a imagem não é neutra, nem natural, mas resulta de intenções e escolhas, expressas por meio do enquadramento.

No momento em que se vê uma imagem, retoma-se os conhecimentos prévios atrelando-os à visualidade expressa para realizar sua leitura. O olhar deve estar nas experiências anteriores, mas também no saber técnico e no contexto da situação retratada. São saberes que, mesclados possibilitam maior entendimento e atribuem mais significados à imagem.


PIMENTEL, Carla. A imagem no ensino de geografia: a prática dos professores da rede púbica estadual de Ponta Grossa, Paraná. Dissertação (Mestrado em Geociência). Campinas: Unicamp, 2002.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Letramento e Alfabetização Copyright © 2009 Girlymagz is Designed by Bie Girl Vector by Ipietoon